Ninguém cresce sozinho | separação
160
archive,tag,tag-separacao,tag-160,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Por Carla A.B. Gonçalves Kozesinski e Patrícia L. Paione Grinfeld A legalização da separação matrimonial, e do divórcio, ocorridas há algumas décadas em nossa sociedade, permitiu novos e distintos arranjos familiares. Contudo, apesar dessas mudanças, ainda escutamos em diferentes circunstâncias e meios que Fulaninho apresenta tal e qual comportamento porque os pais se separaram ou são separados. Por mais que a vida...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Tenho acompanhado algumas mães e pais bastante angustiados porque seus filhos, à época do desfralde, aprendem com êxito a usar o vaso sanitário ou penico para fazer xixi, mas pedem a fralda para fazer cocô – ou o fazem na calcinha/cueca, ou mesmo no chão. Com raras exceções, há crianças que também retém o xixi: “Quando coloco...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Fim do ano potencializa a espera, os encontros e as despedidas, não necessariamente nessa ordem. Espera de mudança, de continuidade. Esperança. Encontros casuais, marcados, cancelados; conectados ou desconexos. Despedidas pela conclusão, pela impossibilidade. Rompimentos favoráveis ou nem tanto. Alguns com muito sofrimento. Milton Nascimento canta: “a hora do encontro é também, despedida”. Inevitavelmente. Ficamos juntos para podermos nos separar e nos separamos para podermos ficar...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O uso da chupeta divide opinião entre pais e especialistas, não apenas no que se refere às questões mecânicas e funcionais, mas também em relação aos aspectos emocionais envolvidos. Alguns alegam que seu uso é prejudicial, especialmente nos primeiros meses de vida, por atrapalhar a pega do bico no aleitamento materno e, portanto, a produção de leite – tal pressuposto...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Uma mãe nos escreve: Penso em mudar minha filha para uma escola mais bem-conceituada e mais próxima de casa. Entretanto ela está muito resistente a essa ideia, pois gosta da atual escola e de seus coleguinhas. Ela está com 4 anos e 10 meses. Antes de comentar a questão desta mãe, considero importante apontar as principais razões que levam à mudança de escola:...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld A criação dos filhos é influenciada por histórias pessoais, mas também pelo contexto sociocultural no qual estamos inseridos.  Isso explica, ao menos parcialmente, algumas tendências “atuais” de criação dos filhos, vistos por alguns como modismo. Entre elas, destaco o parto natural, a amamentação (prolongada), a cama compartilhada, o uso de slings e o método de higiene natural/EC (elimination...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Entre o sexto e nono mês de vida o bebê adquire algumas competências que mudam por completo a maneira como ele vê e é visto pelo mundo: senta sem apoio, rasteja e engatinha (alguns ficam em pé com apoio). Ao mesmo tempo, outras conquistas motoras, como os movimentos de pinça (junção do polegar e indicador) e...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O processo de adaptação na escola é um período de múltiplas integrações: criança-família, criança-escola, família-escola, não se restringindo apenas às crianças que ingressam na vida escolar. As mudanças de escola, de ciclo, de turma, de professores e até mesmo do período de férias para o período de aulas também implicam numa adaptação ou, ao menos, numa...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Quem mergulha no baú musical dos anos 80 encontra o ursinho que consolava o apaixonado não correspondido. Só para lembrar: Meu ursinho Blau Blau De brinquedo Vou contar pra você um segredo Só você mesmo pra me aturar (…) Ai, meu amigo Blau Blau de brinquedo Diz pra ela esse nosso segredo (…) Ouvir segredos íntimos, estar ao lado, acompanhar, confortar e consolar. Servir de...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Os primeiros meses de vida do bebê são marcados por intensa relação fusional com a mãe, que é quem lhe apresenta o mundo. O bebê vive como se ele e a mãe fossem um só. Ela, por sua vez, se identifica com o bebê, o que favorece a interpretação do que ele pode estar sentido e,...

Compartilhe este artigo