Ninguém cresce sozinho | brincar
40
archive,tag,tag-brincar,tag-40,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O brincar é a forma de expressão mais genuína da criança. Através dele a criança transita entre seu mundo interno e externo, revelando seus pensamentos, conhecimentos, desejos e fantasias. Brincando, ela aprende, testa suas hipóteses e limites, bem como seu ambiente; encarna distintos personagens, elabora suas experiências, resolve conflitos. Contudo, aos olhos de muitos de nós, quando...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Não temos como fazer de conta que a sexualidade não existe nas crianças; ela está no corpo, na fala, nas brincadeiras. Mas quando observamos e reconhecemos sua expressão, muitas vezes somos tomados por sentimentos e ideias confusas e contraditórias. A angústia nos toma e as reações podem ser as mais diferentes possíveis, desde ficar paralisado...

Por Silvia Bicudo Quando vemos um bebê pegando um objeto, sentando sem apoio, engatinhando, ou uma criança correndo e pulando, temos a impressão de que as conquistas motoras se dão naturalmente através do crescimento infantil. Todavia, o desenvolvimento motor não está garantido pela passagem dos anos, nem atrelado apenas às faixas etárias, como estamos acostumados a pensar e, muitas vezes, encontrar...

Por Silvia Bicudo A sistematização de alguns sintomas psíquicos sob o nome de autismo foi proposta por Leo Kanner em 1943. De lá para cá diversas áreas da saúde vêm se dedicando ao seu estudo e pesquisa, sendo este um tema que provoca divergências marcantes no modo como os diferentes profissionais (neurologistas, pediatras, psiquiatras, psicólogos, psicanalistas, entre outros) compreendem sua causa...

Por Patrícia Leekninh Paione Grinfeld As atividades extraescolares têm aproveitado, cada vez mais, a brecha deixada pela sobrecarga de tarefa dos pais e outros familiares, escassez de ajuda doméstica e falta de espaço público e segurança (só para citar alguns exemplos), e se transformado, por vezes, num grande negócio. Um negócio que vende a ideia de que a criança precisa, através...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Em algumas famílias os palavrões fazem parte do vocabulário cotidiano, o que não surpreende em nada seu uso pelas crianças. Em outras, eles assustam porque soam como o estrondo de um trovão, uma ameaça à sobrevivência das palavras da boa educação – por favor, com licença, desculpa e obrigado. Os palavrões, assim como estas palavrinhas, fazem parte do mundo mágico das palavras, o...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Em outro texto falei sobre alguns livros que inspiram brincadeiras com caixas de papelão, lenço e jornal. Para a criança qualquer objeto ganha vida quando ela é permitida explorá-lo. Um balde se transforma em cesta mágica. O coador, em chapéu com furinhos para o cabelo respirar. Um graveto, em varinha de condão. A cama dos pais, em...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O título, e tema, deste post foi inspirado no texto O dia em que parei de mandar minha filha andar logo, de Rachel Macy Stafford. Seu depoimento, que tem provocado lágrimas, suspiros, desespero e coragem em muitas mães (e pais), espelha a realidade da grande maioria dos mortais: a infindável maratona de correr contra o tempo para...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Já parou para pensar quanto, do tempo em que o recém-nascido está acordado, ele passa no trocador tendo suas fraldas substituídas? Diferentemente das fraldas que são descartadas no lixo ou no cesto de roupas para lavar, o tempo no trocador não pode ser desprezado ou subestimado, pois trata-se de um tempo precioso no que diz respeito...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld É bastante comum encontrarmos nas mídias dicas de como organizar os brinquedos das crianças, especialmente próximo do final do ano e férias – creio que por razões óbvias, já que passagem de ano inspira uma nova ordem ou, ao menos, uma tentativa de, e a bagunça da criançada é inevitável quando ficam mais tempo em casa. Embora tais dicas...

Compartilhe este artigo