Ninguém cresce sozinho | Primeira Infância
1
archive,paged,category,category-primeira-infancia,category-1,paged-2,category-paged-2,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Desfraldar uma criança não é uma tarefa que se faz de um dia para outro, pelo contrário. O desfralde é um processo que vai muito além da maturidade neurofisiológica e emocional da criança. Ele também é atravessado pelas experiências sensório-afetivas que acontecem já nas primeiras trocas de fralda, pelas vivências que a criança experimenta para além do...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Em algumas famílias os palavrões fazem parte do vocabulário cotidiano, o que não surpreende em nada seu uso pelas crianças. Em outras, eles assustam porque soam como o estrondo de um trovão, uma ameaça à sobrevivência das palavras da boa educação – por favor, com licença, desculpa e obrigado. Os palavrões, assim como estas palavrinhas, fazem parte do mundo mágico das palavras, o...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O uso da chupeta divide opinião entre pais e especialistas, não apenas no que se refere às questões mecânicas e funcionais, mas também em relação aos aspectos emocionais envolvidos. Alguns alegam que seu uso é prejudicial, especialmente nos primeiros meses de vida, por atrapalhar a pega do bico no aleitamento materno e, portanto, a produção de leite – tal pressuposto...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Recentemente ouvi de uma mãe que a escola onde seu filho estuda chamou-a porque o menino vinha praticando bullying contra um colega. Na sua fala existia um gozo pela valentia, coragem e liderança do filho, num tom que parecia ser bacana o que o menino fazia. Até esta situação ocorrer, esta mãe, que para defender suas crenças...

Por Silvia Bicudo Em minha experiência, trabalhando com homens e mulheres em tratamentos para engravidar, uma angústia frequente, que se desdobra em outras duas é: se, como e quando abordar com a criança a sua origem e, consequentemente, o tratamento pelo qual os pais passaram. Para se construir respostas a essas dúvidas é extremamente necessário que quem as faz possa entender...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Uma mãe nos escreve: Penso em mudar minha filha para uma escola mais bem-conceituada e mais próxima de casa. Entretanto ela está muito resistente a essa ideia, pois gosta da atual escola e de seus coleguinhas. Ela está com 4 anos e 10 meses. Antes de comentar a questão desta mãe, considero importante apontar as principais razões que levam à mudança de escola:...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O relato de pais sobre o aparecimento e o desaparecimento “misterioso” de objetos no entorno da criança é bastante comum. Na mochila escolar do filho surgem canetinhas que não são dele; no bolso da calça, uma moeda de origem desconhecida; na caixa de brinquedos, um aviãozinho que ninguém sabe como pousou lá. Da mesma forma, não se acha na bolsa da...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Em outro texto falei sobre alguns livros que inspiram brincadeiras com caixas de papelão, lenço e jornal. Para a criança qualquer objeto ganha vida quando ela é permitida explorá-lo. Um balde se transforma em cesta mágica. O coador, em chapéu com furinhos para o cabelo respirar. Um graveto, em varinha de condão. A cama dos pais, em...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld A criação dos filhos é influenciada por histórias pessoais, mas também pelo contexto sociocultural no qual estamos inseridos.  Isso explica, ao menos parcialmente, algumas tendências “atuais” de criação dos filhos, vistos por alguns como modismo. Entre elas, destaco o parto natural, a amamentação (prolongada), a cama compartilhada, o uso de slings e o método de higiene natural/EC (elimination...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld A pergunta que remete à origem dos bebês costuma ser formulada pelas crianças por volta dos 3-4 anos de idade, a partir de um interesse prático, e não teórico. Prático, porque ela percebe por fotos, histórias, relatos, que um dia ela “morou” numa barriga; observa mulheres grávidas e, por vezes, pode acompanhá-las no pós-parto, sem a...

Compartilhe este artigo