O trabalho de cuidado é essencial para a manutenção da vida, da sociedade e da economia. No entanto, ele ainda é centrado na mulher, comprometendo a empregabilidade materna e distanciando os homens do papel de cuidador.

O Movimento Mulher 360, em parceria com a Ninguém Cresce Sozinho e a 4daddy, produziu o e-book “Licença-parental e saúde mental caminham juntos” para apoiar o debate sobre a relação entre licença-parental e saúde mental dentro das empresas

Acreditamos que a licença-parental é um dos caminhos para atingir a equidade de gênero e transformar a cultura do cuidado, na medida em que é um benefício que impacta diretamente a experiência parental e o futuro da mulher, das novas gerações e de toda a sociedade.

No e-book, você encontrará explicações e dados sobre a economia do cuidado, sua importância para o exercício da parentalidade e da constituição psíquica do bebê, além de dicas para o ambiente corporativo, a liderança e os colegas de trabalho terem uma postura mais acolhedora e empática com aqueles que se tornam mães e pais pela via do nascimento ou da adoção.

Conheça o e-book aqui.