Trabalho apresentado por Carla A. B. Gonçalves Kozesinski, Patrícia L. Paione Grinfeld, Roberta Alencar e Silvia Bicudo na III Jornada da Clínica 0 a 3 da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – A clínica contemporânea da parentalidade: vínculos e desenraizamento, realizada em 18/03/2017. Tal trabalho contempla algumas reflexões acerca das oficinas lúdicas com crianças até 3 anos realizadas pela Ninguém Cresce Sozinho, destacando-as como um dispositivo de troca de saberes, fortalecimento da rede social de suporte, intervenção na relação pais-bebê e promoção de saúde na perinatalidade; portanto, um instrumento que pode contribuir com o processo de subjetivação do bebê e de construção da parentalidade.

O texto pode ser lido aqui.