clube de leitura (29/06) – “A cachorra”, Pilar Quintana

R$65,00

A boa literatura instiga afetos, permite identificações, provoca reflexões. Em tempos de excesso de telas e de informações, os clubes de leitura voltaram à baila, reacendendo a chama da leitura e do encontro, tornando a experiência literária mais frequente e menos solitária.

Discutir narrativas ficcionais permite se aproximar e se distanciar de nossa história e de outras histórias, fazendo emergir lembranças, associações, insights e novos pontos de vista.

O Clube de Leitura Ninguém Cresce Sozinho utiliza sua expertise em parentalidade para fazer a curadoria de livros atravessados por esta temática e conduzir o debate a partir das ressonâncias que a obra selecionada produz, possibilitando, assim, novas e múltiplas leituras da parentalidade em nossa cultura e nas vivências de cada participante.

Livro: A cachorra, Pilar Quintana, Intrínseca (2017, 2020).

Quando: 29 de junho, sábado, das 10:00 às 11:30 (horário de Brasília).

Coordenação: Tatiana Machado, psicóloga (CRP 06/69245).

Sinopse do livro:

Desde muito cedo, a vida de Damaris é marcada por tragédias e, apesar da companhia de Rogelio, carrega uma solidão que talvez tivesse sido aplacada pelo filho que nunca conseguiu ter. Cuidar da casa de veraneio há muito abandonada pela família Reyes ocupa seus dias, alivia sua consciência pelo que sente ter sido omissão sua no passado, mas nada disso lhe traz conforto.

Quando, num rompante, decide adotar a cachorra da ninhada de uma vizinha, Damaris tem a chance de desviar um pouco o foco das tentativas frustradas de engravidar. A fêmea que agora circula pela casa modesta faz aflorar instintos protetores e violentos, emoções díspares e profundas que supostamente só poderiam ser despertadas pela maternidade. A força e a intensidade dessa relação alteram tão drasticamente as dinâmicas de sua existência que Damaris já não sabe se a simples presença da cachorra fez sua vida ganhar ou perder, de uma vez por todas, o rumo.

Breve e magnético, A cachorra se passa em um cenário de dualidades entre beleza e violência. Ambientado em uma bolha de tempo desacelerada, na qual os acontecimentos se desenrolam com a típica lentidão sazonal de uma cidade de veraneio, é um romance contundente sobre vidas marginalizadas em um contexto bastante familiar aos leitores latino-americanos.

O que dizem sobre o livro:

“Com uma linguagem econômica, o romance abarca uma quantidade enorme de temas, que vão desde o papel da mulher na sociedade, a pobreza em contraste com a exuberante natureza e a passagem do tempo na vida dos personagens.” (Luiz Rebinski, Rascunho)

“Em A cachorra, a autora lança luz sobre a complexidade humana e as emoções díspares e profundas que supostamente só a maternidade seria capaz de produzir.” (Blog da Editora Intrínseca)

“A magia deste breve romance reside em sua capacidade de falar sobre muitas coisas, todas elas importantes, e, ao mesmo tempo, parecer falar sobre algo totalmente diferente. E que coisas são essas? Violência, solidão, resiliência, crueldade. Quintana cria algo incrível com sua prosa desiludida, séria e poderosa.” (Juan Gabriel Vásquez, contracapa do livro)

“Um texto poderoso sobre uma mulher revoltada que não se rende completamente ao sofrimento. A maior façanha deste livro breve, porém intenso, é o retrato de uma violência sórdida prestes a explodir.” (Le Monde,  contracapa do livro)

O preço do encontro não inclui o livro. A aquisição do mesmo é de responsabilidade do participante.

Para adquirir o pacote com desconto para os 4 encontros do 1º semestre de 2024, clique aqui.

O link para o clube de leitura será enviado por e-mail até uma hora antes do início do encontro.

Categoria: