Ninguém Cresce Sozinho | violência
243
archive,tag,tag-violencia,tag-243,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Recentemente assisti a dois vídeos que trazem um diálogo sem rodeios com a criança quando o assunto é abuso (sexual, no primeiro, e incluindo abusos de outras naturezas, no segundo), tanto na prevenção quanto na denúncia. São eles: [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sEpqTs7syOc[/youtube]   [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6zoCDyQSH0o&feature[/youtube] O primeiro me foi apresentado pela mãe de uma menina de 5 anos, que questionava quão criacionista, excessiva...

Por Carla A. B. Gonçalves Kozesinski A adoção tem como finalidade responder às necessidades da criança e dos pais, permitindo que ela encontre uma nova família, um ambiente afetivo satisfatório e ao mesmo tempo formativo. A adoção, por sua vez, representa uma possibilidade para pais que não podem ter filhos e que desta maneira têm a possibilidade de exercer este papel....

Por Patrícia L. Paione Grinfeld O brincar é a forma de expressão mais genuína da criança. Através dele a criança transita entre seu mundo interno e externo, revelando seus pensamentos, conhecimentos, desejos e fantasias. Brincando, ela aprende, testa suas hipóteses e limites, bem como seu ambiente; encarna distintos personagens, elabora suas experiências, resolve conflitos. Contudo, aos olhos de muitos de nós, quando...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Recentemente ouvi de uma mãe que a escola onde seu filho estuda chamou-a porque o menino vinha praticando bullying contra um colega. Na sua fala existia um gozo pela valentia, coragem e liderança do filho, num tom que parecia ser bacana o que o menino fazia. Até esta situação ocorrer, esta mãe, que para defender suas crenças...

Por Patrícia L. Paione Grinfeld Quando li Infância de retalhos, no blog Padecendo no Paraíso, encantei-me com a franqueza com que a mulher que o escreveu relata sua história pessoal de abuso sexual sofrido e silenciado por quase a metade de sua infância. Em cada linha, seu rico testemunho apresenta os meandros de uma trama comum e recorrente em diversas famílias, inclusive nas tradicionais, “perfeitinhas”...

Compartilhe este artigo